Mal de simioto

mal de simioto

O mal de simioto é uma doença muito pouco esclarecida, principalmente na internet, muito pouco se fala sobre essa doença, é também  conhecida como “doença do macaco” ataca principalmente crianças pequenas e consiste basicamente pela alergia ao leite de vaca.

Pesquisei bastante na internet sobre o assunto, mas confesso que não achei nada muito relevante nem muito confiável, então resolvi pedir aos leitores que mandassem seus depoimentos sobre essa doença e o resultado foi surpreendente, quase uma centena de comentários. (Obrigado pela participação meus amigos)

Nada melhor que depoimentos reais de pessoas que vivenciaram o mal de simioto, como lidaram com a situação e o que fizeram para curar seus filhos.

Muito importante: Não temos como comprovar a veracidade das informações indicadas aqui, toda informação deve ser confrontada com a opinião de um médico especializado, estamos apenas dando um caminho a seguir.

Seu médico deve ser consultado antes de qualquer procedimento, mesmo que aparentemente insignificante!

 

Mal de simioto

A grande maioria dos depoimentos são de pessoas que fizeram o tal “benzimento” para a cura do mal de simioto, porém se você é médico e gostaria de dar um parecer técnico sobre o tema basta entrar em contato através de email, facebook ou mesmo através de comentário, será super bem vindo, afinal quanto mais informação melhor!

Confira os depoimentos nos comentários desse post:

depoimentos-mal-de-simioto
Mal de simioto

 

Alfredo Corrêa

Escrever em um portal é muito gratificante, é muito bom saber que somos formadores de opinião e que podemos ao menos tentar influenciar pessoas para o bem!

96 Comments
  1. Olá! perdi 03 irmãos, devido ao mal de simioto. Minha mãe morava na roça e não sabia como lidar com esta doença, até que amigas mandaram ela levar o filho na Benzedeira, e como ela não tinha condições de levar todas as crianças, ela levou,
    pois na época se pagava por isso, ela prestou atenção no que a sra. fazia, e fez ela mesma nos outros filhos. Receita: por dias seguidos(não lembro quantos), ela
    passava Azeite de Oliva no corpo da criança, e dava uma colher de chá do Azeite para criança tomar. Em pouco tempo, todos estavam curados(depois de terem sido desenganados, após os 3 que morreram. Graças a DEUS, tudo se resolveu. espero ter ajudado.

  2. ola Caca , gostaria de conversar com vc eu estou acompanhando uma criança que esta com o mal de si mioto , ela tem dois anos e pesa apenas 8 quilos estou preocupada porque os pais são novos e sem experiencia dispus em ajudar porque meu filho teve quando era criança hoje ele é um jovem saudável com 19 anos .

  3. Bom, eu nasci pré-matura em 1982. Eu tive o Simioto e Ictirícia, minha Mãe hoje falecida, conta que eu comecei a emagrecer, ficar com a pele amarelada e pêlos por todo corpo. Quase morri, ela me levou a uma Benzedeira pois os Médicos desconheciam. Hoje em dia tem cura, a Medicina evoluiu muito tanto que o nome para doença é outro.
    Se você tiver um filho nascido nessas condições relate ao médico o mais depressa possível, pois hoje tem cura!
    Estudei Biomedicina, e essa doença é mesmo conhecida por Doença de Macaco, que o nome científico hoje em dia é outro.

  4. olá essa semana passei azeite em minha bb que nasceu grande e gordinha e comecei a perceber q esta emagrecendo e não come mais direito dorme bem mal, e chora muito eu não acreditava nisso e infelizmente eu vi com meu olhos sair das costas da minha bbzinha de 5 meses bixinhos pretos me assustei e passei mais azeite e saiu bem mais ai dei banho sai muito na água. estou assustada começarei manha dar banhos de ervas nela durante 9 dias seguidos com 7 tipos de ervas cheiroas eu com fé q vai curar ela. entre em contato comigo por favor para me ajudar estou muito preocupada com esse mau. agradeço

  5. olá essa semana passei azeite em minha bb que nasceu grande e gordinha e comecei a perceber q esta emagrecendo e não come mais direito dorme bem mal, e chora muito eu não acreditava nisso e infelizmente eu vi com meu olhos sair das costas da minha bbzinha de 5 meses bixinhos pretos me assustei e passei mais azeite e saiu bem mais ai dei banho sai muito na água. estou assustada começarei manha dar banhos de ervas nela durante 9 dias seguidos com 7 tipos de ervas cheiroas eu com fé q vai curar ela.

  6. meu irmão tinha o mal de simioto descobrimos aos oito meses de idade, quando uma amiga disse que o aspecto que ele apresentava era de quem tinha o mal de simioto. E não precisou ir a benzedeiras minha mae mesmo tratou em casa da seguinte forma: Com um barbeador novo e óleo de oliva, pela manha no solzinho das 8 as 9 horas forrava um pano na cama e passava o óleo de oliva nas costas e regiões adjacente e abria a janela para o sol aquecer um pouco a pele do meu irmão e os vermezinhos começaram a sair e ela ia tirando com o barbeador , ela fez isso varias vezes aproximadamente umas 8 seções ate parar de sair e em dias alternados. Hoje para honra do nosso Deus ele é um homem saudável e já tem 28 anos e esta ótimo..

  7. Tambem tive essa doença quando era bebê, aliás os meu outros três irmão também tiveram, porém minha irmã mais velha foi o caso mais grave, pois meus pais não sabiam o que fazer, os médicos já estavam desenganados, foi quando minha mãe ouviu dizer que a única solução para o mal de simioto era a benzição, foi ai que meu pai teve até que assinar um termo de responsabilidade para retirar minha irmã do hospital, pois ela já estava quase morrendo, a benzedeira deu um banho de farinha nela, e depois passava as costas da faca sobre seu corpo, minha mãe conta que é a cena mais horrivel que ela já viu, pois começa a sair bichos dos poros da criança, parecidos com aqueles bichinhos de arroz, foram feitas varias seções desse banho, para que minha irmã se curasse, hoje ela esta ai com seus 33 anos cheia de saúde, depois dela eu e meus outros três irmãos tbm tiveram a doença, mas minha mãe levou a gente para benzer bem no começo, e deu tudo certo !!! certas coisas são espirituais, coisas que a ciência do homem não pode entender.

  8. Eu conheço esta doença desde de criança, mas vi a força dela no meu próprio filho,que foi criado por minha mãe,ele só tinha barriga e cabeça o resto era tudo muito magro, tudo o que comia ou vomitava ou dava diarreia,mas minha mãe não queria crer, dizia que ele tinha a doença(não podia nem pronunciar o nome),ela ficava furiosa,mas teve que se render as evidencias quando o medico que cuidava do menino pediu que a minha mãe buscasse um benzedor,o que ela fez de má vontade,mas foi a salvação de meu filho graças a Deus, que tomou os nove banhos e ficou muitos meses fazendo uso do azeite de oliva,hoje ele é um homem forte e sadio louvado seja Deus!minhas 3 filhas desenvolveram a doença e hoje estamos tratando meu neto que esta com a doença e tem sofrido muito.
    os sintomas realmente variam de pessoas para pessoas,pois em cada um os sintomas foram diferentes;sendo diarreias, vômitos,infecção de garganta, muita gripe, tosse,dores estomacais etc.
    espero ter contribuido com este relato, se alguem quiser trocar ideias sobre o assunto pode passar meu e-mail,porém eu nao faço os banhos.

    1. Bom dia dona arlene da silva martins… li sua publicação sobre o mal de simioto e gostaria que se possivel for a gente poder conversar via email pois eu nao gostaria de expor o caso que tenho em minha familia, sendo assim espero sua compreensão e peço sua gentileza da gente podermos conversar mais a vontade a respeito do assunto que vc descreveu acima a sua historia . nao tenho o devido conhecimento a respeito da cura pois gostaria que vc pudesse me informar e me ajudar a respeito. aguardo seu retorno em meu email.

      desde já o meu muito obrigado pela atenção. sem mais .

      att mauro.

  9. Bom dia!
    Minha irmã,que hoje está com 67 anos teve o mal de simioto.No início foi levado a uma cidade vizinha,pois estava desenganada.Então,um dia o próprio médico pediu ao nosso pai que a levasse a uma benzedeira,pois entendia que esse mal não se curava com medicina convencional.Meu pai seguiu o conselho do médico e graças a Deus ela ficou curada.Mas lendo seus posts fiquei preocupada,pois nos últimos dias apareceram feridas na pele dela e a dermatologista afirmou ser herpes, que aumentam a cada dia.Minha mana tem osteoporose,teve problemas para ter seus dois filhos,hoje adultos.Ela perdeu 3 filhos e precisou fazer tratamento.É super magra e está sempre com anemia,infecção urinária.Nos exames,aparecem vestígios dessa doença,que os médicos dizem ser desnutrição aguda.

  10. Tive essa doença em 1982, minha mãe descobriu pq eu tinha mta diarréia e estava bem magrinha, com apenas alguns meses de idade. O médico disse que era essa doença e ele prescreveu uma enzima, q segundo minha mãe era um pózinho que ela comprava na farmácia. Ela fez tratamento somente com isso e eu melhorei, e curou, hj não tenho nada.

  11. Olá,
    É realmente interessante encontrar um espaço com tantas opiniões para um assunto que quase não é divulgado, seja por falta de informação, seja por preconceito da família haja vista tantas informações preconceituosas e tortas acerca da doença.
    sou mãe de duas crianças lindas e inteligentes que infelizmente são portadoras dessa doença. Sim é uma doença e terrível, e só quem é mãe ou pai e está próxima a uma criança desfalecendo sem explicação médica é que sabe da importância da divulgação e esclarecimento.
    Meu filho mais velho desenvolveu a doença aos 8 meses, atualmente ele está com 4 anos e percebi que a irmanzinha que tem 7 meses também está desenvolvendo. Quando meu filho mais velho estava com cerca de 1 aninho e meio, a mãe de uma amiga o viu e percebeu na hora que ele não estava bem e me perguntou se ele tinha a doença. Nesse período já estávamos na rotina de hospitais a algum tempo com infecções intestinais recorrentes e muitos problemas respiratórios. Como eu nunca tinha ouvido falar nesse mal, fui procurar na fonte mais fácil, a internet. E como isso me fez sofrer…as informações disponibilizadas no google são soltas e gerais (tem de tudo)…vi de fotos horrendas de crianças totalmente desnutridas a receitas de benzedeiras, relatos de pais que perderam os filhos, descrença dos médicos (a pediatra dos meus filhos fala que isso não existe).
    Infelizmente nada de literatura cientifica a respeito…mas a curiosidade, a informação e também a fé ajudam muito.
    Vamos por partes (eu sei, o texto é longo, mas é válido) e se seu filho passa por isso, vai por mim, leia tudo que tiver a respeito, filtre o que for válido, descarte o que não.
    Nesses dois anos e meio que convivo com a doença descobri que:
    * Tem relação com alergia ao leite: meu filho tem alergia ao leite (não intolerância à lactose), ele tem alergia à uma proteína chamada de caseína. Constatada com teste alérgico que pode ser feito em clínicas especializadas de alergia. E de alguma forma desencadeia problemas respiratórios.
    * Diminui drasticamente a imunidade da criança: é válido cuidar da alimentação delas e fazer suplementação com vitaminas. Porém em pico de infestação a imunidade fica extremamente baixa e a absorção de nutrientes diminui e a criança perde muito peso. O que pode também ter relação com a alergia, já que o leite não é absorvido (causando a diarréia), irrita o estômago (impedindo que ele absorva bem os nutrientes dos alimentos).
    * É um verme: quando comecei o tratamento com meu filho coletei uns verminhos que saiam de sua pele em um tubete do tipo eppendorf (que é material de laboratório) descartável e estéril (nunca tinha sido usado) nesse eppendorf coloquei água destilada e lá dentro coloquei os bichinhos que coletei da pele do meu filho com ajuda de uma agulha esterilizada (usei a agulha pra pegar os bichos, não furei meu filho), os bichinhos são muito pequenos. Ou seja, não tinha contaminação! Levei ao laboratório e olhei os tais bichinhos no microscópio e lá estavam eles, vermes que ao microscópio eram enormes. O que nós vemos um pontinho é na verdade um verme todo enrolado.
    * São parasitas oportunistas: meu filho pegou do filho da babá quando eu voltei a estudar e ficava o dia inteiro fora de casa. como ele era um bebê ainda, o estresse da ausência da mãe fez cair sua imunidade e ele pegou a doença.
    * Porque saem com azeite? Porque são vivos e respiram, e estão lá sob a pele da criança confortáveis, se alimentando de sangue. Como o azeite de oliva é denso (grosso), quando passado sobre a pele tampa o poro, o que obriga o bicho a sair pra respirar. Oléo johnsons baby com amêndoas, óleo sève da natura, também fazem o mesmo efeito, sendo que o azeite de oliva e o sève são mais densos (tampam melhor).
    * Se alimentam de sangue: como faço acompanhamento constante da saúde dos meus filhos, percebo que após uma reinfestação eles apresentam anemia, isso até eu descobrir o mal, não sabia porque meu filho tinha tanta anemia. Por esse motivo o teste é feito pelos curandeiros com sangue de galinha. Obs.: nunca levei meus filhos a benzedeiras ou curandeiros.
    * É preciso retirar eles da pele quando saem, por isso se aconselha passar barbeador ou lavar a criança. A farinha de trigo, o mel e as outras misturas realmente ajudam por “segurar” eles fora da pele. quanto aos chás, ainda não sei o motivo da ajuda deles, talvez o cheiro, realmente não sei. Sei que o fato da criança ser banhada com água morninha ajuda a abrir os poros e liberar a saída dos vermes. Fazer o tratamento em um horário que esteja fazendo calor também ajuda.
    * Sei também que tem um sr. em Tangará da Serra-MT, que até acho que é o sr. José Carlos de uns posts acima, que é autoridade no assunto, por tentativa e erro. Mas espero sinceramente ter a oportunidade de sentar um dia para discutir o assunto com ele. Tenho muito a aprender com ele.
    E por fim, vcs podem me perguntar pq não curei meus filhos afinal, e eu respondo: por não fazer o tratamento rigorosamente, ou por não ter encontrado ainda o passo a passo mais eficaz, mas garanto que quando fiz a primeira vez o tratamento com meu filho ele melhorou 100%, ganhou peso, dormiu melhor, respirou melhor, passou um bom tempo sem ir à pediatra. Mas acredito que não fiz o tratamento da forma correta e ele teve uma reinfestação e acabou passando pra irmanzinha.
    Espero ter contribuído mesmo que minimamente com minha postagem enorme… e a que está passando por isso como eu: força! Esse mal tem cura. Vamos novamente começar o tratamento e ver nossos filhos crescendo lindos e saudáveis, que é o desejo de toda mãe.

  12. Oi eu estou com 27 anos.
    Vai fazer Dois meses que tenho me sentido muito mal, fiz vários exames e nada pode diagnosticar o quê eu tinha, até minha mãe fazer o banho com ervas para descobri se eu não estava com está doença. E o resultado foi positivo.
    Eu estou com o mal de simioto… Não sei se desenvolveu somente ágora ou se eu já tinha…
    Tenho feito os banhos com erva e tenho me sentido cada dia melhor.

  13. Olá, gostaria de uma informação, tirar uma dúvida, gostaria se possível que entrasse em contato comigo pelo meu email. Tenho 35 anos e venho emagrecendo à uns 10 anos. sempre fui ao médico e fiz vários exames e nunca deu nada, fui ao médico por esses dias e médico me disse que estou com essa doença, só que na tripa. eu gostaria de saber se essa doença tbm dar nesse lugar . aguardo resposta. obrigada…

    1. Oi Jossyléa, é muito bom ter você por aqui, bom, não somos especialistas nem médicos, apenas liberamos um espaço para troca de informações, sendo assim não temos condições de dar nenhum dado técnico sobre o mal de simioto, mas acredito que você tem que confiar em seu médico, apenas ele saberá como curar.
      Espero que tudo dê certo para você.

  14. Boa noite.
    Hoje já tenho 37 anos, mas a quase 37 anos atrás sofri do “mal de simioto”. Minha mãe sofreu de eclânpsia e por conta disso nasci com 8 meses; graças a Deus, ela sobreviveu e me acompanha firme e forte até hoje, porém aos 2 meses de vida, eu comecei a apresentar os sintomas da tal doença ainda desconhecida pelos meus pais. Qualquer tipo de leite não era aceito pelo meu organismo e praticamente expelido em seguida; aos 6 meses ainda tinha o mesmo peso de nascido (3 kg) e meus pais corriam comigo de hospital em hospital, quinzenalmente, para tratar o desconhecido, dado pelos médicos como desnutrição. Estando desenganado pelos médicos e numa situação não favorável à vida cheguei a passar por uma extrema unção, dado a grave situação. Meus pais assumiram o risco assinando um termo de responsabilidade para retirar-me do hospital e me levaram numa benzedeira que ao me ver, disse que faria o possível dada a gravidade. A pele “cola” na espinha dorsal no sentido do cóccis até a nuca e, no meu caso, já se encontrava na região cervical (meio das costas). Foram 9 benzimentos semanais, sendo que no 3° eu já ingeria leite sem expelir e comecei a ganhar peso. Com 1 ano já curado, segui minha vida normal até os dias atuais, sem qualquer tipo de alergia à lactose ou resquícios quanto a tal desnutrição.
    Agradeço a Deus pela minha vida e a dos meus pais, por terem lutado pela minha saúde. A FÉ MOVE MONTANHAS!

  15. Por nascer prematura e por não ter conseguido mamar no peito acabei adquirindo a doença do macaco com era conhecida na época nasci em 1971, (Simioto).
    As características da doença por minha mãe relatada era que eu fiquei muito abaixo do peso que já tinha, parecia criança desnutrida e com muito pelos no corpo parecendo um macaquinho por isso o nome (doença do macaco). Fiquei internada durante 02 anos uma parte no Hospital São Paulo onde nasci e acabou surgindo a doença e foi transferida para o EMILIO RIBAS para identificarem o que estava acontecendo comigo. Também gostaria de saber mais sobre a doença são poucas as informações.

  16. Vejo que varias pessoas relatam que obtiveram a cura por benzedeiras, e parece que vc Alfredo, que criou o texto aqui no site nao acredita.
    Porém, meu irmao teve isso, e saía sim, larvas de sua pele, e somente foi curado com benzedeiras que receitaram um banho que foi feito durante uns dias e ele ficou totalmente sarado. Nenhum médico conseguiu curá-lo, aliás, meu irmao foi desenganado.
    Benzedeiras nao cobram nada, se alguém cobrar por benzer, fuja pois não é sério.

  17. Boa noite, tenho um filho de 2 aninhos que até 10 meses engordava normalmente, a partir dai foi ficando mirradinho e hj é muito magro, ja fizemos testes e nao deu alergia a lactose nem a gluten, dai a e medica diz que é intolerancia, mas nao me explica, baseado em que ela faz essa afirmação. O que sei é que meu pequeno nao come nada, e quando digo nada é nada mesmo, endim hj minha sogra levou ele pra fazer a tal massagem ou benzer, sei la, e disse que sairam umas “coisas”, agora fiquei preocupada, principalmente pelo fato de não haver respostas objetivas e concretas a respeito do assunto.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>